Jovem Aprendiz 2023 – Aprenda como se inscrever

Publicidade

Você já ouviu falar do programa Jovem Aprendiz? Ele é uma oportunidade incrível para jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho, mas ainda não possuem experiência profissional.

Se você se enquadra nesse perfil, ou conhece alguém que possa se beneficiar dessa iniciativa, então este é o texto certo para você!

Neste artigo, vamos abordar tudo o que você precisa saber para se inscrever no programa Jovem Aprendiz 2023 e aproveitar ao máximo essa chance única de crescimento pessoal e profissional.

Acompanhe-nos nesta jornada e descubra como se inscrever e conquistar uma vaga no programa. Vamos lá!

Publicidade

O que é o Programa Jovem Aprendiz?

O programa é uma iniciativa do Governo Federal e tem como base a Lei da Aprendizagem, que regulamenta a contratação de jovens com idade entre 14 e 24 anos em empresas de médio e grande porte.

jovem aprendiz
Foto:(Reprodução/Internet)

O Jovem Aprendiz 2023 é uma oportunidade para os jovens adquirirem conhecimentos práticos e teóricos que podem ser aplicados em suas carreiras futuras.

O programa de Jovem Aprendiz funciona como uma espécie de estágio, onde os jovens aprendem na prática as habilidades e competências necessárias para atuar no mercado de trabalho.

O Jovem Aprendiz 2023 oferece diversas vantagens aos jovens que participam do programa, como a possibilidade de adquirir experiência profissional e o desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais.

Juntamente com isso, o programa oferece uma remuneração compatível com o mercado e benefícios como vale-transporte e vale-refeição.

Durante o programa, os jovens aprendizes são acompanhados por um tutor que tem como função orientá-los e auxiliá-los durante o processo de aprendizagem.

Confira também: Aplicativo Indeed – Veja como encontrar vagas de emprego.

O tutor é responsável por garantir que o jovem esteja adquirindo as habilidades necessárias para exercer sua função na empresa, além de estimular seu desenvolvimento pessoal e profissional.

O que você ganha sendo um Menor Aprendiz?

Além de adquirir experiência profissional, há uma série de benefícios que os jovens podem receber.

Um dos principais benefícios é a remuneração, que varia de acordo com a empresa e o tipo de curso que o aprendiz está matriculado.

O Menor Aprendiz também tem direito a férias remuneradas, décimo terceiro salário, FGTS e outros benefícios previstos em lei.

Outra vantagem de trabalhar como menor aprendiz é a possibilidade de adquirir novos conhecimentos e habilidades.

Os aprendizes participam de cursos de qualificação profissional oferecidos pelas empresas e também recebem treinamentos específicos para o setor em que atuam.

Por último, trabalhar como Menor Aprendiz pode ser uma oportunidade de fazer conexões e conhecer profissionais experientes que podem ajudar na trajetória profissional futura.

Requisitos para ser um Menor Aprendiz

Para ser um Menor Aprendiz, é necessário estar matriculado em uma escola e ter idade entre 14 e 24 anos.

Contudo, é preciso ter disponibilidade para trabalhar em uma carga horária reduzida, pois o programa é destinado a jovens que estejam em formação escolar e profissional.

A empresa que contrata o menor aprendiz deve ter um programa de aprendizagem aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e fornecer ao jovem um curso de formação profissional compatível com a sua jornada de trabalho.

O objetivo do programa é oferecer oportunidades para os jovens adquirirem conhecimentos teóricos e práticos em sua área de atuação.

Assim, o Menor Aprendiz recebe uma formação profissional adequada e, ao mesmo tempo, tem a chance de ingressar no mercado de trabalho de maneira mais qualificada e com experiência prática.

Para garantir o sucesso do programa, é fundamental que a empresa ofereça um ambiente de trabalho seguro e adequado para o menor aprendiz.

Por fim, é preciso que a empresa ofereça um plano de aprendizagem individualizado, levando em conta as habilidades e necessidades do jovem.

Quanto ganha um Jovem Aprendiz?

Para entender melhor como funciona o salário de um jovem aprendiz, é preciso conhecer as principais características desse tipo de contrato.

Em primeiro lugar, é importante destacar que a contratação de aprendizes é regulamentada por lei, por meio da Lei da Aprendizagem (Lei nº 10.097/2000).

Essa lei determina que as empresas devem reservar entre 5% e 15% de suas vagas para jovens aprendizes, que devem ter entre 14 e 24 anos e estar matriculados em cursos de qualificação profissional.

A lei também determina que as empresas calculem o salário do jovem aprendiz com base no salário mínimo vigente.

De acordo com a tabela do salário mínimo de 2021, o valor médio pago a um aprendiz é de R$ 763,00 por mês.

No entanto, muitas empresas oferecem salários mais altos do que o mínimo legal, como forma de atrair e reter talentos.

Outro ponto importante a ser considerado é que, além do salário, os jovens aprendizes têm direito a outros benefícios, como vale-transporte, FGTS e férias remuneradas.

No entanto, é importante lembrar que esses benefícios também podem variar de acordo com o porte e a política de recursos humanos da empresa.

Vagas de Jovem Aprendiz

Primeiramente acesse o site da empresa que você quer se candidatar ou em plataformas de emprego como o LinkedIn que disponibilizam vagas para jovem aprendiz.

Ao acessar o site, é importante prestar atenção às informações e requisitos para cada vaga.

Geralmente, as empresas solicitam que os candidatos tenham idade entre 14 e 24 anos, estejam estudando ou tenham concluído o ensino médio e possuam carteira de trabalho.

Após verificar se você atende aos requisitos, é hora de preencher o cadastro online. Nessa etapa, é importante preencher todas as informações com atenção e precisão, pois erros podem comprometer sua candidatura.

Algumas empresas pedem informações como nome completo, endereço, telefone, e-mail, CPF, RG, escolaridade e experiências anteriores (caso possua).

Outro ponto importante é a elaboração do currículo, que deve ser objetivo e destacar suas principais habilidades e experiências.

É recomendável também enviar uma carta de apresentação, que pode ser uma oportunidade para se apresentar e mostrar seu interesse pela vaga.

Após enviar sua candidatura, é importante ficar atento aos prazos e aos contatos da empresa.

Algumas empresas podem entrar em contato por e-mail ou telefone para agendar entrevistas ou solicitar mais informações.

Essa pode ser uma ótima oportunidade para quem busca seu primeiro emprego ou uma experiência profissional.

O processo pode ser simples, mas exige atenção aos requisitos e preenchimento correto do cadastro.

Com dedicação e empenho, é possível conquistar uma vaga e iniciar sua trajetória profissional.

Luciano Miranda

Meu nome é Luciano Miranda, sou fundador e estrategista digital da Agência GL, empresa especializada em marketing digital. Eu sou apaixonado por tecnologia e marketing em geral e desenvolvi o blog Fácil na Web para compartilhar meus aprendizados e estudos nessa área tão dinâmica e inovadora. Possuo mais de 15 anos de experiência e ajudo milhares de pessoas todos os dias através de artigos com informações interessantes sobre o avanço da tecnologia e suas oportunidades.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo